ALUGUEL DE TEMPORADA

O corretor de imóveis, além de intermediar negociações imobiliárias precisa saber orientar seus clientes e sanar todas as dúvidas que podem vir a surgir.

Entretanto, alugar imóveis têm regras específicas que precisam ser obedecidas, por isso, o corretor tem uma presença muito importante para que a experiência do cliente seja a melhor, atentando-se a alguns detalhes básicos que precisam ser tomados na hora da negociação para evitar mal entendidos.

Atualmente, as buscas por um imóvel de temporada começam por aplicativos e sites imobiliários para encontrar a melhor opção, que supra as necessidades e expectativas, para que o cliente aproveite e relaxe ao máximo nas férias. Assim, é importante que o corretor tenha em sua cartela imóveis de temporada para que possa atender mais clientes.

Lei do inquilinato

O corretor de imóveis precisa cumprir a lei do inquilinato, que estabelece que a locação para férias não pode ultrapassar 90 dias. Porém, independente do período, é importante que seja elaborado um contrato de locação, onde inclui-se os deveres e obrigações das partes envolvidas.0

Contrato de locação

O corretor precisa garantir que o dinheiro do cliente será bem investido, por isso, ele evita que o inquilino tenha que lidar com transações mais complexas e até alguma armadilha que possa vir a afetar o cliente. Por isso, com o contrato de locação são evitados diversos problemas. No contrato deve constar a data saída do inquilino, os dados do proprietário, o valor do aluguel juntamente com a forma de pagamento, entre outras informações.

Quem costuma alugar esse tipo de imóvel normalmente junta dinheiro o ano inteiro para programar suas férias com antecipação, por isso, é importante registrar tudo para assegurar a estadia.

O contrato de locação é uma garantia para o proprietário e também para o inquilino, mesmo que a temporada seja curta. Portanto, é essencial registrar tudo o que está na residência, como os móveis, eletrodomésticos, etc. Caso contenha piscina, sauna ou mais alternativas de lazer, é importante descrever como serão utilizadas estas opções.

Pagamento do aluguel

Como citado anteriormente, a forma de pagamento também é fundamental estar expressa no contrato. Geralmente é normal exigir um sinal de 50% do valor do aluguel, e o restante do pagamento é realizado no momento de entregar as chaves. Contudo, a melhor forma de pagamento pode ser combinada entre proprietário e inquilino, de acordo com a necessidade de cada situação.

Como oferecer um aluguel de temporada inesquecível?

É importante que todas as informações trocadas com o inquilino e proprietário sejam registradas, além de trabalhar com o contrato. O corretor deve possuir o CRECI, e oferecer um serviço diferenciado para que supra as necessidades dos clientes.

Para surpreender os clientes, vale montar uma cartilha com a história e região do imóvel, incluindo recomendações de lugares e programações específicas da área de interesse.

Dessa forma, domine a região. Assim, é importante que o corretor conheça o local para informar o cliente sobre o destino escolhido. Conhecendo a área de atuação o corretor pode indicar os pontos importantes presentes perto do imóvel, como:

  •  transporte público;
  • preços das redondezas;
  • proximidade de áreas de turismo;
  • e taxas dos passeios.

Sabendo essas informações o corretor pode combinar o perfil do cliente, se ele viajará com a família, ou se possui crianças, etc. Deste modo, oferecendo diversas orientações sobre a vizinhança pode fazer diferença na negociação.

Avaliações

Reunindo e apresentando avaliações de seus clientes ou de pessoas que já alugaram o imóvel pode acelerar o fechamento do negócio. Além disso, o corretor pode repassar essas avaliações para os inquilinos, aumentando sua credibilidade através de referências.

Dedique-se ao cliente, o aluguel de um imóvel não é algo tão simples. Assim, caso o cliente não tenha disponibilidade para visitar o imóvel, o corretor pode enviar referências de pessoas que tenham ficado hospedados no mesmo lugar, enviando também as informações sobre a região, se é calmo ou agitado e se há comércio perto.

Economia

Nos locais mais populares, a oferta supera a demanda. Dessa forma, quanto mais próximo da alta temporada, maior é a concorrência entre os inquilinos, assim, se o cliente for flexível sobre as datas o corretor pode mostrar quanto ele poderá economizar de acordo com cada período da temporada.

Converse com seu cliente sobre o que ele espera da viagem, isso facilitará na hora de apresentar os imóveis disponíveis onde ele procura. Compreenda sua rotina, se ele prefere lugares calmos ou mais movimentados, com restaurantes e comércio próximo, se prefere andar de carro ou fazer tudo a pé. Assim, com a ajuda do cliente, é mais fácil encontrar o imóvel perfeito.

Lembre-se que o corretor está intermediando a negociação e precisa satisfazer não apenas o locatário, mas também os proprietários que cedem o seu imóvel para alugueis de temporada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 − twelve =